Quer ajuda na sua proposta para o edital do Start-up Brasil?

Mar 21

Mesmo tendo optado por não liderar uma proposta nessa primeira edição do Start-Up Brasil, a Aceleradora não vai deixar você na mão. Com base nas regras apresentadas até agora, criamos uma apresentação comentada sobre o edital e demos sugestões de como preparar sua proposta:


Veja em full-screen para ler os comentários na parte inferior das páginas!

Nós estamos à disposição da Acelera-MG (Fumsoft) para acelerar projetos que gostem da gente, mas independente de qual aceleradora você vai escolher, estamos disponíveis caso você queira uma ajuda mais pontual e detalhada (já fizemos isso na época do Prime para dezenas de empresas, então não há motivo para também não fazer agora). Basta preencher o formulário em http://bit.ly/startupBrasil e de acordo com a demanda, tentaremos responder às suas dúvidas.

Dúvidas mais comuns

As dúvidas mais frequentes já recebidas até agora (e que não estão na apresentação) estão respondidas abaixo:

1. O aporte será feito em bolsas do CNPq?
Sim, a verba que vem do governo é em forma de bolsas do CNPq. Provavelmente estarão disponíveis tanto para fundadores quanto para seu time técnico. Relembrando, cada aceleradora também poderá fazer aportes adicionais à verba do CNPq.

2. Como alguém será elegível a uma bolsa?
Se você nunca recebeu uma bolsa do CNPq, funciona assim: você (ou quem receberá a bolsa) cria um currículo na Plataforma Lattes – http://lattes.cnpq.br – e preenche um formulário de proposta ao CNPq. Nesse formulário estarão indicados seu projeto, quem receberá as bolsas e os valores pretendidos ao longo do tempo.

3. Como presto contas desse dinheiro?
O CNPq provavelmente exigirá um relatório técnico sobre as atividades subsidiadas pela bolsa, mas só saberemos isso no edital formal.

4. Onde posso gastar o dinheiro?
As regras ainda não são claras, mas uma vez que o dinheiro caiu na sua conta, você poderá gastar com o que quiser.

5. E não vem dinheiro das aceleradoras?
Depende da proposta de cada uma. Algumas estão usando capital próprio em forma de aporte, outras trazendo verbas públicas e outras trazendo investidores associados à aceleradora.

6. Qual aceleradora devo escolher?
Repare que a escolha da aceleradora não é seu único problema: você precisa fazer uma pontuação boa o suficiente para estar entre as 100 startups que serão aprovadas pela banca do CNPq. Somente após isso, você irá ser contraposto às startups informalmente escolhidas pelas aceleradoras (que as informarão ao CNPq) e a partir disso será definida em qual aceleradora você será alocado. Dito isso, separe as aceleradoras em ordem descrescente – da que você gosta mais ou que procura startups como a sua, até a que tem menos sinergia ou você gosta menos.

7. É preciso um CNPJ para participar?
Sim, e sua empresa não pode ter mais de 3 anos de existência.

Finalizando…

Se quiser divulgar a apresentação acima, ela está disponível para download na nossa página do Slideshare em http://www.slideshare.net/Aceleradora/guia-aceleradora-startupbrasil. Boa sorte!

4 Comments

Leave a Reply